4 passos para sua lista converter mais - V4 Company
Artigos

4 passos para sua lista converter mais

Image and video hosting by TinyPic

Você costuma se relacionar com sua lista somente quando ela pode ser útil para você? Errou.

É preciso construir um relacionamento constante com a sua lista – ou listas – de e-mails para que ela seja efetiva e ativa. Em alguns passos simples e objetivos você pode trabalhar sua lista para que ela seja mais lucrativa para seu negócio.

Primeiramente, ter uma lista de contatos de pessoas que consumiram ou são possíveis consumidores do seu produto é absolutamente fundamental. Pode ser através de uma campanha passiva (como um simples formulário na sua home para o usuário receber “novidades”), ou através de uma campanha ativa (geração de leads).

marketing-e-vendas

segmentaçaõ

1 – Segmente seus contatos – para entender melhor o público que ofereceu seus contatos para que você se relacione com ele, é importante entender quem são essas pessoas. A maneira mais simples de entender esses públicos é dividi-los pelos caminhos que chegaram até você. Crie listas específicas, por exemplo: Usuários que já converteram | usuários se se cadastraram, mas não converteram | leads gerados através de campanha X | Leads gerados através de campanha Y…

Saber de onde esses contatos vieram é importante para o próximo – e mais óbvio – passo.

LDS_Art_Home

2 – É preciso gerar valor para ser valorizado – Não lembre dos seus contatos somente para sufoca-los de “promoções”. A partir do momento que você entende de onde eles vieram, também entenderá quais são os interesses específicos. PRODUZA CONTEÚDOS INTERESSANTES. Gere valor. Entenda por que estes contatos estão ali e ofereça algo do interesse deles. Conte histórias, dê dicas, mostre novidades, desperte curiosidades.

Crie rotinas específicas de envio de conteúdo. Sempre.

Ninguém oferece seus contatos para receber spam. As pessoas deixam seus contatos para “saber mais”. Então ofereça mais do que elas querem saber!

reciclagem

3 – Nem todos estão interessados – Você nunca terá um percentual total de entrega e abertura. Em toda lista existem contatos desinteressados. Recicle. Defina uma periodicidade para excluir contatos que não abrem ou já não recebem mais seus e-mails.

Este ponto é absolutamente fundamental para manter a relevância do seu domínio de envio. Além disso, uma lista grande não é uma grande lista. Aqui é hora de avaliar suas métricas de taxa de entrega, taxa de abertura e taxa de cliques.

botao-call-to-action-exemplo

4 – Call to action ESPECÍFICO – Depois de estabelecer uma relação com essa lista, entender quantos são, quantos abrem e quantos clicam, que você vai enviar alguma oferta.

Quando este momento chegar, seja claro. Seja absolutamente explícito. Você terá algo que um percentual da lista estará interessado em consumir. Então não crie ruídos ou barreiras nessa comunicação. Aqui é hora de trabalhar a qualidade da sua oferta.


Estes pontos são óbvios. Não é necessário ser expert para fazer isso. São as tarefas mais básicas para que sua lista de e-mails faça algum sentido. Seguindo estas simples indicações, não existe dúvida alguma de que sua lista irá converter mais.

Daniel Grudzinski

Sócio Executivo responsável por novos negócios e à frente dos esforços de educação da V4 Company.

Mais posts

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Image and video hosting by TinyPic
Topo